Notícias

09/02/2015 - Multas por excesso de velocidade aumentam 92% na estradas da região
Imprudência, frota maior e mais radares justificam aumento, afirma DER. 
Anhanguera, W. Luís e Adhemar de Barros tiveram 97,2 mil multas a mais.

As multas por excesso de velocidade aumentaram 92% em três estradas da região no ano passado em relação a 2013, segundo um levantamento do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Para tentar diminuir os abusos, a fiscalização da Polícia Rodoviária está mais rigorosa nas Rodovias Washington Luís (SP-310), Anhanguera (SP-330) e na Doutor Adhemar Pereira de Barros (SP-340). Juntas, as rodovias tiveram 97.207 multas a mais.

Além do desrespeito dos motoristas, o DER aponta que a alta pode ser justificada pelo aumento da frota no estado de São Paulo, que teve um acréscimo de 1,2 milhão de veículos em apenas um ano. Ao mesmo tempo, a fiscalização também aumentou. Em 2014, foram instalados 144 radares em todo o estado, somando 357.

Mais multas
Na Washington Luís, entre Santa Gertrudes e Matão, o DER registrou 91.150 multas por excesso de velocidade em 2013. Já no ano passado, o número saltou para 130.777, tendo um aumento de 43%.

Já na Anhanguera, entre Araras e Santa Rita do Passa Quatro, o número de multas pela infração foi de 13.475. Já em 2014 foram 69.369 autuações, com aumento de 414%, o maior da região.
Na Doutor Adhemar Pereira de Barros, entre Aguaí e Casa Branca, no referido período o número saltou de 1.138 para 2.824, alta de 148%.

O empresário Sidnei Trápani, conta que já abusou da velocidade em rodovia. "Uma vez a placa indicava 110, mas passei a 123 quilômetros. Eu esqueci um pouco o pé e nem vi que estava nessa velocidade", confessou.

Já o motorista Valdenilson Cândido de Oliveira, foi autuado no ano passado também por correr demais. "Era permitido 80 e eu estava a 90 quilômetros. O motivo era a pressa de chegar pra entregar a carga", revelou.

Fiscalização
Para tentar dimunir os abusos, o policiamento rodoviário faz diversas operações de prevenção ao excesso de velocidade, utilizando ainda os radares móveis. Para o motorista Eduardo José Lopes, a fiscalização é necessária. "O trânsito mata muito, então mais fiscalização com mais radares é melhor", concluiu.

Em 2013, no Estado de São Paulo foram aplicadas mais de 2 milhões de multas, já em 2014 este número saltou para mais de 3 milhões, aumento de mais de 60%. "Tudo isso é a imprudência que acontece por parte do motoristas. É necessário se atentar à velocidade regulamentada para via e, nos casos de viagens longas, tem que se programar para não cair em atrasos e pressas", alertou o capitão Marcelo Estevão de Oliveira, da Polícia Rodoviária.

O motorista que excede a velocidade permitida acima de 20%, paga multa de R$ 127 e perde cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já para quem ultrapassa os 50 % do limite da via, a infração é considerada gravíssima e o valor varia de R$ 191 a R$ 957, além da perda de sete pontos na carteira.
Moreflex Borrachas
Rod. RS 240, Km 06 - Cx. Postal 30 - Portão/RS - Brasil
Tel. (51) 3562-9500
     
Desenvolvimento INET Solutions - © Todos os direitos reservados - Moreflex Ltda - 2010