Notícias

27/07/2015 - Ponte Rio-Niterói terá oito radares fixos até maio de 2016
A Ponte Rio-Niterói vai ganhar radares fixos. De acordo com a Ecoponte, concessionária que administra a via há um mês, o contrato prevê que quatro controladores de velocidade serão instalados em cada sentido da via até maio do ano que vem. O limite máximo de 80 km/h não será alterado. Atualmente, o controle é feito com radares móveis da Polícia Rodoviária Federal. Só neste mês, em uma hora de fiscalização, 600 veículos foram multados. Numa fiscalização realizada no último dia 2, os policiais flagraram um carro trafegando a 140 km/h e outro a 134 km/h. Os dois veículos passaram em um intervalo de apenas de 28 segundos, numa quinta-feira ao meio-dia.

A Ecoponte declarou que a instalação dos radares fixos está prevista no contrato de concessão. Segundo a concessionária, um estudo está sendo realizado para identificar os pontos críticos de acidentes. O levantamento terá que ser chancelado pela Polícia Rodoviária Federal e enviado à Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT) até o fim de agosto. A instalação dos aparelhos começará após a aprovação da agência.
"A intensificação dos radares na via é fruto de uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal, com o objetivo de reduzir o número de acidentes na Ponte Rio-Niterói", disse a concessionária.

Só no primeiro mês de operação da Ecoponte, foram 44 acidentes, sendo 14 com vítimas e uma morte. "Além de baixar o número de acidentes, outra meta de grande importância para a concessionária é aumentar ainda mais o nível de segurança da Ponte, com parcerias como esta com a PRF (radares móveis), e com as prefeituras do Rio, São Gonçalo e Niterói (blitzes de combate a ambulantes que voltarão a acontecer em breve), além de ações em articulação com outros órgãos públicos", afirmou a Ecoponte.

Os usuários, no entanto, reclamaram da velocidade máxima. Para eles, 80 km/h é muito pouco em se tratando de uma via expressa. Tinha que ser pelo menos 90 km/h - pede o morador do Centro de Niterói Sidney Conceição, de 54 anos. Já para carioca Neide Almeida, de 69 anos, a máxima não seria menor do que 100 km/h. A decisão da velocidade limite da Ponte é da ANTT.
Moreflex Borrachas
Rod. RS 240, Km 06 - Cx. Postal 30 - Portão/RS - Brasil
Tel. (51) 3562-9500
     
Desenvolvimento INET Solutions - © Todos os direitos reservados - Moreflex Ltda - 2010