Notícias

13/11/2015 - Secretário de Transportes promete obras de recuperação na RS-640, entre Cacequi e Rosário do Sul
Classificada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) como a pior estrada do Estado e integrante do quinto pior trecho do país (junto com a ERS-240 e a BR-158), a ERS-640 ganhou, ontem, as atenções do secretário estadual de Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen (PP). Pela manhã, ele percorreu parte do trecho da estrada entre São Vicente do Sul e Cacequi para avaliar as condições da via. Durante a visita, o secretário se comprometeu a recuperar a rodovia.

Acompanhado por vereadores e representantes de associações e sindicatos de Cacequi, Rosário do Sul e São Gabriel, além do deputado estadual Frederico Antunes (PP), Westphalen percorreu apenas 2,6 quilômetros de um total de 64 entre Rosário e São Vicente do Sul. Nos poucos minutos em que observou a rodovia, confirmou o que já era sabido: o número e o tamanho das crateras, assim como a falta de sinalização e de acostamento, fazem com que o trecho esteja intrafegável. Diante do cenário, o secretário garantiu que começa, já na semana que vem, um trabalho de recuperação.

- Foi necessário remanejar dinheiro de outras obras, que não foram possíveis de serem realizadas, para aplicar na recuperação da 640 porque o Estado não tem verba disponível - justificou.

 

Segundo o secretário, será realizada uma recuperação mais completa do que apenas um tapa-buracos, com a utilização de uma drenagem, já que, segundo os técnicos, a base e o asfalto utilizados na via são ruins. West-
phalen reconhece que a estrada necessita de uma restauração completa, que custaria em torno de R$ 40 ou R$ 50 milhões, valor que o Palácio do Piratini não dispõe agora.

Trabalho começa na quarta

De acordo com o secretário, o cronograma prevê que a obra comece na quarta ou quinta-feira da próxima semana, se o tempo colaborar. Ele ainda não sabe quanto será investido nem o trecho da rodovia por onde a operação irá começar.

 

 

Durante a visita, Westphalen falou ainda que o problema na estrada é crônico e que a rodovia foi projetada em uma época na qual os caminhões trafegavam com cargas leves. Hoje, o volume é maior, o que, juntamente com a falta de manutenção, acarreta em estradas malconservadas.

Coro por melhorias é antigo

Apesar de a situação precária da rodovia ser atestada pela CNT, os problemas são antigos e as más condições já haviam mobilizado autoridades da região antes da revelação da pesquisa.

Vereadores de Rosário do Sul estiveram em Porto Alegre conversando com Frederico Antunes e o secretário Pedro Westphalen para pedir melhorias na última terça-feira, dia 3. Foi dessa conversa que surgiu a oportunidade da visita à 640 ontem. Segundo o vereador Rafael Pinto (PPS), o trecho necessita de manutenção urgente por servir como acesso de produtores de Santiago e São Vicente ao porto de Rio Grande.

- É uma demanda emergencial. Os buracos precisam ser tapados logo, porque já está perigoso trafegar por aqui. Corremos o risco constante de acidentes. Pedimos a liberação de recursos e esperamos que as obras começassem imediatamente - disse.

A manutenção da rodovia também é um pedido dos vereadores de Cacequi que, em 20 de agosto, encaminharam solicitação à Secretaria de Transportes. Segundo o vereador Alex Wancura (PTB), o fato de o secretário ter estado na rodovia já representa um avanço:

- Já foram feitas operações tapa-buracos, mas que não duraram nada. É preciso achar uma solução, se não os problemas, que já são antigos, vão continuar se repetindo.

 

 


Rodovias que passarão por obras
- RS-287, entre Santa Maria e a entrada para Restinga Seca pela RS-149 - reparos emergenciais
- RS-241, entre Jaguari e São Vicente do Sul - reparos emergenciais
- RS-808, entre São Sepé e Formigueiro - reparos emergenciais
- RS-149, entre Restinga Seca e Formigueiro e entre São João do Polêsine e o acesso à RS-287 - reparos emergenciais
- RS-348, entre Ivorá e São João do Polêsine - serviços de patrolagem
- RS-805, entre São Pedro Sul e Toropi - serviços de roçada
- RS-509, nas obras de duplicação: execução de esgoto pluvial, terraplenagem e meio fios

 

 


Dnit fala sobre a BR-158

Em contraponto à pesquisa da CNT sobre as condições da BR-158, entre Rosário e Santana do Livramento, a Superintendência Regional do Dnit no Estado informou que o trecho está em condições regulares, não tem buracos e está operando normalmente, com segurança. A manutenção do trecho estaria em dia, com tapa-buracos frequentes, bem como a manutenção da sinalização da via. O Dnit disse ainda que o segmento tem contrato de restauração, manutenção e conservação ativo e vigindo por cinco anos. O trecho que inclui a rodovia foi considerado um dos cinco piores do país pela confederação.

 

Moreflex Borrachas
Rod. RS 240, Km 06 - Cx. Postal 30 - Portão/RS - Brasil
Tel. (51) 3562-9500
     
Desenvolvimento INET Solutions - © Todos os direitos reservados - Moreflex Ltda - 2010